Mesmo em 3º, Kimi lamenta: “não era o que queríamos”

Piloto finlandês se chateia com falta de performance em Sochi apesar de ter chegado ao segundo pódio do ano

Campeão de 2007, Kimi Raikkonen foi o responsável pelo pódio de número 700 da Ferrari na Fórmula 1 neste domingo no GP da Rússia. No entanto, isso não significou nada para ele. O piloto lamentou o fato de não ter conseguido andar com a Mercedes e o fato de Sebastian Vettel ter abandonado na primeira volta da prova.

Kimi reclamou principalmente da falta de velocidade do motor Ferrari ante ao Mercedes em relargadas.

“Obviamente não é exatamente o que queremos”, disse.

“Nós queremos ganhar corridas e colocando os dois carros o mais longe possível. Tentamos hoje, mas não deu. Tive uma boa largada, consegui passar Valtteri Bottas.”

“Mas na relargada foi igual no ano passado. Não tivemos velocidade. Bottas me passou, mas quando tentei passar ele, Lewis Hamilton me passou.”

“Eu vi Lewis, mas saí de frente e ele me passou. Tentei bloquear, mas ele estava já muito do meu lado. Não consegui."

“Depois, não estávamos tão fortes para brigar com a Mercedes. Acabei não indo tão rápido no fim para salvar um pouco de combustível.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Rússia
Pista Sochi Autodrom
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias