Mesmo quinto, Raikkonen se decepciona com velocidade da Lotus

Equipe teve de voltar atrás após peças trazidas para a China não funcionarem como o esperado

Lotus saiu do treino decepcionada com o quinto e décimo lugares

A dupla de pilotos da Lotus saiu desapontada da sessão de classificação para o GP da China. Mesmo que tenham desistido das novas peças, que não funcionaram como o esperado, Kimi Raikkonen e Romain Grosjean acreditam que faltou velocidade ao carro. O finalndês se classificou em quinto e o francês, em décimo.

“A posição no grid é boa, mas se olhar para os tempos, estou desapontado com o ritmo do carro hoje. Ganhamos uma posição depois da penalização de Lewis mas não éramos velozes como deveríamos, especialmente se olharmos o tempo da pole”, admitiu Raikkonen.

O finlandês, no entanto, acredita que ainda assim o pódio seja possível. “Experimentamos alguns updates para este final de semana, mas eles não funcionaram como esperado, então voltamos o carro para como estava antes. Vamos para a corrida menos confiantes do que nas últimas duas provas, mas sabendo que largamos mais à frente.”

Já Grosjean teve uma sessão atribulada e acabou não marcando tempo na última parte do treino por não ter mais jogos de pneus novos.

“Depois das dificuldades que tivemos ontem, é ótimo ter os dois carros no Q3, mas infelizmente depois de uma péssima tentativa no início do Q2 tivemos de usar todos os pneus macios para chegar no Q3, então não fazia sentido marcar tempo na última parte da sessão. Isso é uma pena, porque o ritmo no Q2 era muito bom.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Kimi Raikkonen , Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias