Mesmo tentando ajudar, Ecclestone ainda vê situação de Massa complicada

Dirigente da FOM diz que trazer patrocinadores pode ser grande trunfo para Felipe Massa continuar na F-1 em 2014

Já comunicado de que não estará na equipe Ferrari no ano que vem, Felipe Massa corre contra o tempo na busca de uma vaga para a temporada que vem da F-1. O brasileiro tem boas oportunidades na McLaren e na Lotus, e ainda conta com a ajuda do diretor da Formula One Management, Bernie Ecclestone, que enxerga o mercado brasileiro com bons olhos.

“Tenho procurado ajudar, não está fácil, mas estamos trabalhando”, afirmou Ecclestone ao Estado de S. Paulo. “Se Felipe trouxer patrocinadores tudo irá mudar, o Brasil deverá ter piloto no grid em 2014.”

Para Ecclestone, o maior inimigo das equipes tem sido a falta de recursos que a mudança do regulamento está causando. “As novas regras são importantes. Mas por considerar o momento inoportuno, tentei adiar sua adoção, mas não foi possível”, disse. Mas ressalta: “Um país de economia forte como o Brasil tem totais condições de investir num piloto. A mídia tem um papel importante nesse processo de seu país se manter com piloto na F-1.”

Ainda segundo o jornal, Felipe Nasr, terceiro na GP2, não acha que tenha muitas possibilidades de subir à F-1 como piloto titular já no ano que vem. "Será difícil assinar como titular em 2014. Nesse instante me vejo mais como terceiro piloto, assumindo o carro no treino livre da sexta-feira de manhã e em alguns dos testes privados", falou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias