Michele Mouton afirma que Carmen Jordá não tem credenciais para a F1

A quatro vezes vencedora de etapas de rali pela Audi diz que preferiria ver outros nomes no lugar da piloto espanhola.

Michele Mouton, a única mulher que conseguiu vencer uma etapa do mundial de rali e vice-campeã do WRC de 1982, afirmou que a piloto espanhola Carmen Jordá não reúne condições de competir na Fórmula 1 no futuro.

Jordá, de 27 anos, espera testar pela Lotus em algum momento este ano, apesar de ter sofrido críticas por não conseguir marcar um ponto sequer pela GP3 em três temporadas.

Quando perguntada sobre o papel de Jordá na Lotus, Mouton respondeu: "Se me pedisse para sugerir nomes de mulheres para correr na F1 eu falaria nomes como Simona de Silvestro, Danica Patrick, Susie Wolf ou até mesmo Beitske Visser, que está indo bem na Renault 3.5."

"Essas garotas têm conseguido bons resultados em suas carreiras. Outras meninas têm conseguido escalar os degraus da notoriedade no esporte por razões políticas e de marketing, coisa que não estou interessada."

Mouton acredita que as mulheres não estão envolvidas suficientemente no automobilismo, mas chama a atenção também para Tatiana Calderon na Fórmula 3 europeia, Lucile Cypriano na Seat Eurocup e Marta Garcia no kart como fortes esperanças para o futuro.

"A coisa mais importante é ter certeza de que as meninas tenham acesso ao mesmo equipamento que os meninos", acrescentou. "Quando eu corri, tive o mesmo equipamento que os meus rivais masculinos. Com equipamentos iguais, é realmente fácil de ver se você é boa ou não", finalizou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Michèle Mouton , Carmen Jorda
Tipo de artigo Últimas notícias