Michelin nega intenção de entrar na F1 sem mudança no tamanho das rodas

Atualmente correndo com rodas aro 13, Fórmula 1 terá de mudar regulamento para que fábrica francesa volte.

A FIA abriu no início deste ano seu processo para escolher a nova fornecedora de pneus da Fórmula 1 para os anos de 2017, 2018, e 2019, já que o atual contrato com a Pirelli tem sua vigência até o fim da temporada que vem.

A fábrica italiana já se garantiu na disputa, e confirmou que o tamanho dos pneus não é realmente importante para sua candidatura. Já a fábrica francesa, Michelin, que demonstrou interesse em reingressar na F1, disse que só retorna se a FIA decidir mudar o tamanho das rodas dos carros. Atualmente os pneus são aro 13, no entanto já houveram testes com pneus de aro 17 - mais próximo aos carros de rua.

"A Fórmula 1 é o oposto da nossa filosofia", disse o diretor de competições de moto da Michelin Nicolas Goubert ao jornal Gazzetta dello Sport.

"Os pneus de 13 polegadas não são utilizados por nenhum carro de rua, e talvez só dê o melhor desempenho para apenas as 10 primeiras voltas. Não é isso que queremos mostrar.”

"Eu não acho que a Michelin vá participar no concurso FIA, nós preferimos estar na MotoGP."

A Michelin voltará a ser fornecedora da MotoGP em 2016 após ausência de oito anos. As marcas de pneus tem até 17 de junho para oficializar suas candidaturas.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags michelin