Michelin: teremos os pilotos da Fórmula 1 tirando o máximo do carro novamente

Após se candidatar para retornar para a categoria, a Michelin afirma que pode entregar um produto para que os pilotos voltem a tirar o máximo dos carros.

A fabricante francesa de pneus confirmou nesta terça-feira que apresentou uma proposta oficial para voltar para a F1, a partir de 2017 e afirma que dará aos pilotos um produto eficiente para que eles voltem a tirar o máximo do carro.

A maior crítica dos pilotos é que os atuais compostos se desgastam muito rápido e dificulta muito o desempenho na pista, um fato que a Michelin garante que não acontecerá, se voltar a ser fornecedora da categoria.

Pascal Couasnon, chefe de automobilismo da marca, acredita que seu plano é fazer um produto com rodas de 18 polegadas, com isso os pilotos vão poder dar o máximo durante a corrida, sem se preocupar tanto pelo o consumo dos pneus: "se vamos ser selecionados ou não, ainda vamos ver", disse ele ao Motorsport.com.

"Mas eu diria que nós queremos ser coerentes com as nossas propostas e oferecer a oportunidade para que as equipes e os pilotos possam tirar o máximo de suas capacidades. Vimos no último final de semana, em Le Mans que podemos obter um super show em desempenho", acredita.

Concorrência de Pneus

A Michelin sempre foi clara que desejaria ser uma concorrente na Fórmula 1 e não uma fornecedora única, mas que até considera isso, pois pode ser um bom benefício para a marca.

No entanto, apesar de o sport de chefes e equipes foram contra a idéia de competição no custo de terrenos, Couasnon pensa Michelin ainda pode se beneficiar de um único fornecedor.

"Sempre estivemos aberto para a rivalidade. A nossa posição é que é importante ter um desafio técnico para nos fazer progredir. Uma das soluções é ter um rival  para ter um desafio imediato e motivação. Mas que tenha regras", disse.

Entrevista de Guillaume Navarro

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias