Montezemolo defende devoção de Alonso à Ferrari

Ex-presidente da montadora diz que time não poderia cobrar paixão de Alonso após perder dois mundiais na última prova

Fora da Ferrari desde setembro do ano passado, Luca di Montezemolo defendeu em entrevista à revista italiana Autosprint o espanhol Fernando Alonso das declarações s feitas pelo atual presidente da Ferrari, Sergio Marchionne.

Marchionne disse em coletiva nesta semana que Vettel é muito mais Ferrarista que Alonso.

Para Montezemolo, o piloto não tem mais devoção à Ferrari por conta de erros da equipe em momentos cruciais das temporadas de 2010 e 2012.

"Alonso teria sido mais ‘Ferrarista’ se a Ferrari, em 2010, tivesse ganhado o campeonato mundial. Era mais fácil ganhar do que perder", disse Montezemolo.

"E se você perde na última corrida da temporada o campeonato mundial duas vezes, essas coisas precisam ser entendidas."

Vettel, uma estrela

Apesar de permanecer fiel a Alonso, Montezemolo também elogiou bastante Vettel e o que o alemão alcançou na equipe desde a sua chegada.

"Ele é certamente um cara que tem mostrado grande capacidade de trabalho em equipe", disse ele. "Eu acho que é crucial para o crescimento do time, da sua moral e sua unidade.”

"Mas ele precisa fazer isso não só com palavras, mas com fatos, como Michael Schumacher."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Equipes Ferrari , McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias