"Monza não é tão fácil quanto parece", garante Hulkenberg

compartilhar
comentários
Por: Julianne Cerasoli
30 de ago de 2013 09:48

Alemão explica dificuldades do palco do GP da Itália, e Gutierrez reconhece que prova dura para a Sauber

Muitas retas, três chicanes e algumas curvas de alta velocidade. O circuito de Monza não parece ser dos mais complicados do calendário. Porém, Nico Hulkenberg explica que não é bem assim. Com a configuração de baixa pressão aerodinâmica, os carros ficam mais ariscos e fica fácil errar.

“É difícil pilotar quando você vem em 340km/h na reta e tem de frear para cerca de 60km/h nas chicanes. Gosto de pilotar lá, o traçado é simples, mas não é tão fácil quanto parece. Há algumas coisas técnicas e você realmente tem de lidar bem com as zebras.”

Tendo isso em vista, o companheiro de Hulkenberg na Sauber, Esteban Gutierrez, não está muito animado. “A estabilidade nas curvas de baixa é importante e, infelizmente, é aí que temos dificuldade. Temos de focar nisso para tentar melhorar”, reconheceu o piloto, que faz sua estreia na Fórmula 1, mas tem grandes lembranças em Monza, entre elas os títulos da Fórmula BMW e da GP3.

Próxima Fórmula 1 matéria
McLaren quer seguir crescendo em GP que marca seus 50 anos

Previous article

McLaren quer seguir crescendo em GP que marca seus 50 anos

Next article

Alonso fala em lições após "briga" com Montezemolo

Alonso fala em lições após "briga" com Montezemolo
Load comments