Mudança no pneu obriga equipes a redesenharem seus carros

compartilhar
comentários
Mudança no pneu obriga equipes a redesenharem seus carros
Por: Julianne Cerasoli
21 de jul de 2013 20:56

Adoção da construção de 2012 a partir do GP da Hungria faz com que asas dianteiras e difusores sejam repensados

As equipes da Fórmula 1 se preparam para usar no GP da Hungria, neste final de semana, o terceiro tipo de pneu diferente em três corridas. Depois dos estouros do GP da Grã-Bretanha, a Pirelli reforçou a banda para a Alemanha e agora introduzirá um produto que soma a construção de 2012 com os compostos, mais macios, de 2013.

Isso faz com que todas as equipes tenham de adaptar seus carros, pois, como haverá mudanças nas laterais dos pneus, o fluxo aerodinâmico será alterado, como explica o diretor técnico da Ferrari, Pat Fry.

“Obviamente, o formato do pneu é crítico para a aerodinâmica ao redor da asa dianteira e do difusor. Só precisamos reotimizar estas duas áreas. Obviamente, temos os pneus usados no túnel de vento, então fazemos comparações para ver quais ajustes são necessários. É impossível dizer se isso vai beneficiar mais um carro que outro. Vamos descobrir na Hungria.”

Sam Michael, da McLaren, lembra que as equipes tiveram uma experiência anterior ao teste de Silverstone com um pneu muito parecido com aquele que vai estrear na Hungria: no primeiro treino livre do GP do Brasil do ano passado foi justamente este tipo que foi usado.

“Acho que ninguém sabe. Provavelmente a melhor comparação que todos fizemos foi no teste no Brasil ano passado, na sexta-feira. Ali usamos o pneu de 2012 com o composto de 2013 e vimos que a diferença não era significativa.”

Na Mercedes, Paddy Lowe concorda que o fato deste tipo de construção ser uma variável conhecida pelas equipes ajuda na readaptação dos carros. “Sabemos quais são as diferenças porque é um pneu que já usamos e ao redor do qual desenvolvemos o carro do ano passado, então é uma questão de otimizar o carro nesse sentido.”

Próxima Fórmula 1 matéria
"Nada mudou no carro desde a Espanha", dispara Alonso

Previous article

"Nada mudou no carro desde a Espanha", dispara Alonso

Next article

"A Red Bull deve escolher Ricciardo, não Raikkonen", diz Vergne

"A Red Bull deve escolher Ricciardo, não Raikkonen", diz Vergne
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Autor Julianne Cerasoli
Tipo de matéria Últimas notícias