Na F1 desde os anos 70, Hugo Boss larga campeonato por F-E

Patrocinadora da Mercedes atualmente e anunciante histórica da McLaren diz querer trocar mercado por rejuvenescimento

Patrocinadora de longa data na Fórmula 1, a Hugo Boss revelou que irá terminar seu envolvimento com o campeonato em favor de uma mudança para a Fórmula E.

A marca de moda alemã patrocina a Mercedes desde 2015 e anteriormente anunciou por 30 anos na McLaren, durante o período mais bem sucedido da equipe no esporte.

Mas com o perfil da Fórmula E crescendo e as fabricantes - incluindo a Mercedes - se juntando ao campeonato, a Hugo Boss moverá seu patrocínio.

Executivo da empresa, Mark Langer disse à revista alemã Focus que sente que a F-E é uma plataforma melhor para sua empresa do que a F1.

"Claro que a Fórmula 1 é a melhor categoria do automobilismo, mas a Fórmula E é mais inovadora e sustentável", disse Langer.

"Os motores e as corridas nas principais cidades são algo que um público mais jovem gosta, o que oferece novas oportunidades."

Langer descartou que a decisão tenha sido provocada porque a Fórmula E é uma opção mais barata que a F1.

Ele acrescentou: "depois de muitos anos na Fórmula 1, desde Jochen Mass, na década de 1970, pensamos: qual é a próxima?"

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1 , Fórmula E
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias