Nanicas admitem que não terão carros novos no primeiro teste

As duas lanternas dos últimos dois mundiais, Marussia e Hispania, reconhecem atrasos nos projetos de 2012

Hispania e a ex-Virgin duelam na pista

As duas menores equipes da F-1, a ex-Virgin, recém-batizada Marussia, e a Hispania admitiram que estão com dificuldades para finalizar os projetos de seus carros para a próxima temporada.

A Marussia já anunciou que não levará o carro novo para a primeira rodada de testes coletivos, marcados para se iniciarem dia 7 de fevereiro, no circuito de Jerez de la Frontera, na Espanha.

De acordo com o consultor técnico da equipe, Pat Symonds, a ideia da equipe seria dar a chance para o novato francês Charles Pic se familiarizar com a F-1.

“Estamos trabalhando [para estrear o carro] no segundo [teste]. Estaremos no primeiro de qualquer maneira porque acho importante que Charles tenha alguma quilometragem e isso tira algum peso das costas da equipe”, afirmou durante evento na Inglaterra.

Symonds afirmou que a equipe pouco usou do projeto do ano passado, quando foi a última colocada no Mundial de Construtores, a exemplo da campanha de seu primeiro ano na F-1, em 2010.

“Todo o desenho da suspensão é diferente. Há provavelmente menos coisas sendo aproveitadas do carro velho do que quase em qualquer carro em que já trabalhei”, afirmou o engenheiro, que atuou na Toleman, Benetton e Renault. “Não acho que é a hora de sermos inovadores.”

Já a Hispania, envolta em mudanças no comando e no deslocamento da fábrica da Alemanha para a Espanha, admitiu que há um “atraso crítico” em suas preparações para o ano que vem. A equipe não participou da pré-temporada em seu primeiro no na F-1, em 2010, e utilizou um modelo ultrapassado nos treinos do ano passado.

No entanto, por meio de uma porta-voz, a equipe declarou à BBC que seu carro novo estará na pista na segunda sessão de testes, ainda de fevereiro. “Os rumores de que correremos com o modelo de 2011 nas primeiras provas não é verdadeiro. Nossa meta é estar no segundo teste com o carro novo.”

O carro de 2012 da Hispania passou apenas em parte dos crash tests obrigatórios da FIA. Antes de completá-los, não poderá ir à pista.

A equipe ainda não anunciou quem será o companheiro de Pedro de la Rosa na próxima temporada.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias