Nanicas comentam suas atuações no Grande Prêmio da China

No geral, Toro Rosso, Caterham, Marussia e HRT disseram que corrida foi razoavelmente boa

Toro Rosso andou próximo das Caterham na China

Mais apagada que o de costume, a Toro Rosso, após o Grande Prêmio da China, se juntou as três nanicas para fazer parte do “Catadão do TotalRace”. Jean-Eric Vergne foi o piloto mais bem posicionado do grupo, e com somente um carro não completando a corrida, a 21ª posição de Pedro de la Rosa significa que o time finalmente conseguiu ganhar alguma posição na temporada.

Veja o que cada piloto disse:

Jean-Eric Vergne, Toro Rosso - 16º: "Nós decidimos mudar alguns elementos no carro que não funcionaram bem, por isso larguei dos boxes.  Eu não tinha grandes esperanças de fazer muita coisa começando de trás, mas o importante era ver como o carro andava. A corrida de hoje teve alguns momentos agradáveis, passei alguns carros, mas foi um pouco curta para mim. Se tivesse mais algumas voltas e eu acho que eu poderia ter passado mais uns dois na minha frente. "

Daniel Ricciardo, Toro Rosso - 17º: "Minha largada foi boa, mas eu fiquei um pouco espremido pelo lado de fora da curva um e perdi o que eu tinha ganhado antes. Ainda na mesma volta eu peguei alguns destroços na pista e perdi outra posição. Na verdade, meu primeiro stint não foi muito bom, mas estávamos lutando para ultrapassar. Nos segundo foi um pouco melhor e o último melhor ainda, mas o ritmo de hoje não era bom o suficiente."

Vitaly Petrov, Caterham - 18º: "Estou realmente satisfeito com meu desempenho hoje. Acho que demos tudo que o carro podia e o fato de que estávamos na mesma volta que os líderes até a última é um sinal muito positivo. Trouxemos algumas atualizações aqui e elas funcionaram muito bem . A chave é sempre trazer novas peças para o carro e manter o ritmo que estamos construindo."

Timo Glock, Marussia - 19º: “Não foi uma corrida tranquila para mim. A largada foi boa e eu pude me colocar à frente de alguns outros carros, mas eles me passaram de novo com o DRS e o KERS. Depois estava disputando com meu companheiro de equipe e consegui abrir um pouco dele. Por alguma razão, no entanto, meu pneu dianteiro esquerdo acabou antes do esperado. Charles pareceu ter um carro melhor durante a prova e conseguiu chegar em mim. Tive que entrar cedo, mas tive boas voltas de saída e entrada nos boxes e pude usar o pneu bem. No segundo stint eu consegui administrar a diferença para ele [Pic] e conservei os pneus com o tempo, mas eles pioraram de novo e saí muito de frente. Depois da segunda parada tive um bom ritmo e pude abrir até que as bandeiras azuis começaram a aparecer. De repente, o motor começou a ter problemas e estava com pouco combustível, então tive tomar cuidado com a sexta e sétima marchas e o meu foco era terminar. Temos algumas coisas para consertar e aprender da corrida. Do lado positivo, isso significa que há muito mais para vir do carro. Parabéns à equipe. Um bom trabalho, especialmente nos boxes.”

Charles Pic, Marussia - 20º: “Foi uma boa corrida para mim, eu acho. Reduzimos a diferença para os carros da Caterham de novo, e isso é muito bom. Eu estava também andando no mesmo ritmo do Timo hoje, e isso é outro passo à frente para mim. Temos que manter assim e continuar evoluindo o carro porque certamente ele tem potencial. Eu acho que podemos fazer um bom trabalho com a estratégia porque agora reduzimos a diferença, talvez possamos tentar outras coisas para ficar mais à frente na pista. Foi outro bom fim de semana para mim, então agradeço à equipe e meu pessoal, que fez um grande trabalho. Eu espero ver outra melhora no Bahrein na próxima semana, onde estarei correndo num circuito que conheço pela primeira vez.”

Pedro de la Rosa, HRT - 21º: “Estou feliz com a corrida que fizemos. A largada não foi boa, mas consegui manter um bom ritmo depois, especialmente com pneus médios. Tivemos uma batalha interessante com Kovalainen, o que é sempre estimulante, e no começo da corrida tivemos as Marussias atrás de nós por várias voltas. Apesar de não conseguir chegar neles durante a prova, estávamos perto e com uma pequena melhora, estou confiante que os deixaremos para trás. Saímos daqui com o sentimento que conseguimos um importante passo à frente e estamos na briga. Numa avaliação geral progredimos em todos os aspectos, os pit stops foram melhores, nosso ritmo está melhorando e a equipe está mais unida. Será difícil ver alguma melhora para o Bahrein, pois não há tempo para introduzir atualizações, mas podemos melhorar em termos de trabalho de equipe e acerto.”

Narain Karthikeyan, HRT - 22º: “Minha largada foi bem ruim, então ainda temos que trabalhar no sistema de largada porque ele é novo. Foi muito difícil dirigir com os pneus mais moles pois tínhamos um problema e o carro se mexia muito na reta. Ainda temos que identificar o porquê para ter certeza que o superamos. Mas com os duros o equilíbrio do carro estava bem melhor e ele estava mais fácil de guiar. Tínhamos estabelecido terminar a corrida neste fim de semana na China, e conseguimos; então devemos ficar satisfeitos. Agora esperamos progredir um pouco mais para o Bahrein semana que vem.”

Heikki Kovalainen, Caterham - 23º: "Eu tive um bom começo, indo para 16º na largada e meu primeiro stint foi muito bom com os médios. Paramos na volta 13 e os duros se mantiveram bem até a volta 30, mas, em seguida, assim que fiz a segunda parada, eu senti um problema e tive que parar de novo, o que era basicamente o fim de minha corrida. Este pode não ter sido o nosso fim de semana mais forte, mas com na próxima corrida podemos nos recuperar de imediato.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Pedro de la Rosa , Narain Karthikeyan , Heikki Kovalainen , Timo Glock , Vitaly Petrov , Daniel Ricciardo , Charles Pic
Tipo de artigo Últimas notícias