Nanicas e Toro Rosso têm bom início mas caem durante prova na Espanha

Pilotos reclamam de desgaste de pneus e falta ritmo ao decorrer das 66 voltas da corrida no circuito da Catalunha

Petrov chega ao grid na Espanha

Na ponta de trás do grid a corrida não foi fácil. A Toro Rosso largou bem com o francês Vergne, que chegou a ocupar a zona de pontuação por algum tempo, mas não aguentou o ritmo forte e a pressão dos concorrentes. Já os pilotos da Caterham falaram que não podiam ter ido melhor depois de ótima  largada, enquanto os da Marussia reclamaram da estabilidade do carro e Karthikeyan lamentou um final de semana longe de perfeito. Veja:

Jean-Eric Vergne, Toro Rosso - 12º
"Tive um começo muito bom, chegando até a décima posição em algumas voltas. Decidimos parar cedo para tentar chegar mais à frente e cheguei em oitavo lugar depois. Mas então fiquei atrás de Di Resta e me senti um pouco preso. Tentei ultrapassá-lo nos boxes, mas não deu certo e eu ainda estava atrás da Force India. Perdi mais tempo e só no último stint consegui andar bem de novo. Daniel estava na minha frente e levei muito tempo para ultrapassá-lo. Depois eu tentei pegar Webber e Hulkenberg, mas os pneus não eram mais suficientes. No geral, foi decepcionante, porque eu sentia que os pontos eram possíveis hoje, mas por diversas razões não conseguimos isso."

Daniel Ricciardo, Toro Rosso - 13º
"Não tive um grande começo, mas com a nossa estratégia consegui alguma coisa. Havia algumas partes da corrida onde éramos muito fortes, mas no stint final com pneus novos já não tínhamos o ritmo que tínhamos antes. Eu tinha conseguido cuidar dos pneus muito bem durante toda a corrida e produzi tempos de voltas relativamente boas. No geral, foi um pouco oscilante, mas pelo menos mostramos alguma evolução em relação ao Bahrein."

Heikki Kovalainen, Caterham - 16º: "Acho que extraímos o que precisava do carro. Larguei bem, passei Senna e estava chegando na turma até a sgeunda parada. Foi uma corrida decente e mostramos que temos um ritmo decente nos domingos, mais do que suficiente para abrir dos carros de trás e brigar com os da frente."

Vitaly Petrov, Caterham - 17º: "Estou contente com minha pilotagem e acho que não podíamos ter extraido mais do carro. Foi uma daquelas tardes onde tiramos o máximo possível da corrida e agora podemos pensar em Mônaco."

Timo Glock, Marussia - 18º: "Tive uma largada boa e até disputei com Hamilton. Quando as posições se estabeleceram, tentei manter os pneus vivos e sofri com a instabilidade na traseira. Só consigo forçar 80% no momento. Ainda não está bom e estamos perdendo ritmo."

Pedro de la Rosa: HRT - 19º: "Estou muito feliz, pois esta é a segunda corrida em casa que completo e fiquei satisfeito. É verdade que é uma posição discreta, mas é o máximo que pude fazer. No geral, não foi ruim. As primeiras 20 voltas foram complicadas, mas conseguimos manter um ritmo que nos permitiu terminar na melhor posião possível nesta temporada."

Charles Pic, Marussia - abandono: "Não larguei bem. Estava trabalhando bem em meu ritmo, mas, na volta 26, perdi a dirigibilidade e volte aos pits, quando tive de retirar. Precisamos entender melhor os motivos disso ter acontecido."

Narain Karthikeyan, HRT - abandono: "Tive um problema na largada com as rodas girando em falso, mas isso não me afetou. Foi a primeira vez que andei de tanque cheio no fim de semana, e meu objetivo foi me adaptar a eles. Estava alcançando Pedro quando minha má sorte continuou... Espero que ela tenha ficado aqui."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Pilotos Pedro de la Rosa , Narain Karthikeyan , Heikki Kovalainen , Timo Glock , Vitaly Petrov , Daniel Ricciardo , Charles Pic
Tipo de artigo Últimas notícias