"Não consegui fazer a minha corrida", lamenta Kimi Raikkonen

Piloto esperava resultado melhor do que o oitavo lugar, mas acredita que problemas com o carro ficaram para trás

Kimi Raikkonen esperava mais do GP de Cingapura, mas mostra confiança que os piores momentos em seu campeonato de retorno à Ferrari ficaram para trás. O finlandês terminou a prova em oitavo após uma estratégia que não funcionou como esperado.

[publicidade] “A corrida foi muito decepcionante, porque mesmo que estivéssemos rápidos, não conseguimos terminar onde queríamos”, afirmou o finlandês, que acabou ficando preso atrás das Williams por boa parte da prova. “É uma pena que não tenha conseguido fazer minha corrida. Não estou contente com o oitavo lugar, mas do lado positivo, vimos melhorias neste final de semana. Tenho certeza de que, daqui em diante, se não tivermos problemas, as coisas melhorarão.”

O finlandês explicou que não conseguia passar a Williams porque perdia rendimento ao se aproximar. “Minha largada foi boa, ganhei algumas posições e tudo estava funcionando perfeitamente. Depois da primeira parada, perdi uma posição para Felipe e fiquei preso atrás da Williams por toda a corrida. Sempre que eu chegava perto, perdia performance na traseira e, além disso, a degradação era muito alta.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias