"Não dá para melhorar o carro só em classificação", defende Kimi

Finlandês acredita que a Lotus deve se concentrar em tornar o E21 mais rápido no geral - e isso vai aparecer no sábado

Vice-líder do campeonato, Kimi Raikkonen não vê como a Lotus pode focar apenas na melhora do rendimento de seu carro em classificação. Ouvido pelo TotalRace, o finlandês explica que a performance do carro tem de crescer como um todo.

Nas cinco primeiras etapas do campeonato, Raikkonen tem 6,2 como posição média de largada e 2,8 como posição média de chegada. E não sabe o que é cruzar a linha de chegada abaixo do lugar obtido na classificação neste ano.

“Vocês perguntavam as mesmas coisas ano passado.Tentamos melhorar tudo. Se conseguirmos melhorar o carro, automaticamente, vamos melhorar a classificação e tudo será melhor. As coisas estão relacionadas. Não há nenhuma mágica para melhorar apenas a classificação. Se melhorarmos o ritmo, será em qualquer condição”, defende o piloto da Lotus.

Depois de ser terceiro no campeonato passado, Raikkonen lembra que seu atual início é melhor do que em 2012. A esta altura da disputa, em 2012, o finlandês somava 49 pontos e era quarto na tabela, 13 pontos atrás de Hamilton e a 11 de Vettel e Alonso. Agora, é segundo, com 85, a quatro do alemão.

“Não vejo por que deveríamos nos surpreender. Fomos bem por todo o ano passado e, neste ano, temos sido muito rápidos e consistentes. É claro que queríamos vencer mais corridas, mas não aconteceu. O que temos de fazer é continuar trabalhando para melhorar o carro e, então, veremos o que acontece.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias