“Não é uma corrida ruim para ser segundo”, diz Hamilton

Britânico perde a pole para companheiro de equipe e aposta fichas na largada para tentar vencer na Rússia como em 2014

Pole position e vencedor no GP da Rússia em 2014, Lewis Hamilton não conseguiu repetir o bom trabalho feito no sábado do ano passado. Lewis jamais andou à frente do companheiro Nico Rosberg e teve de se contentar com o segundo tempo neste sábado (10).

Hamilton ficou resignado com sua posição e não falou muito sobre sua performance nesta classificação. Ele destacou seu erro, na segunda volta rápida no Q3.

“Fui para a segunda volta mas não terminei. Acabei errando na curva 13”, disse.

“Mas está sendo um final de semana difícil para todos. Nico fez um grande trabalho em sua volta, esteve feliz com o equilíbrio que encontrou. No geral estou feliz, é bom para a equipe.”

“Mas, como no ano passado, não é uma corrida ruim para ser segundo.”

Hamilton ainda foi flagrado olhando para a traseira de um carro da Ferrari. Mas negou que tenha visto algo digno de nota. “Não peguei nada, não”, contou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Rússia
Sub-evento Sábado classificação
Pista Sochi Autodrom
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias