“Não éramos amigos”, diz Ericsson sobre relação com Nasr

compartilhar
comentários
“Não éramos amigos”, diz Ericsson sobre relação com Nasr
Por: Gabriel Lima
14 de nov de 2015 10:19

Após fazer as pazes, sueco lembra com exclusividade tensão na GP2: “já falamos muitas coisas ruins um do outro”

Marcus Ericsson, Sauber F1 Team
Raffaele Marciello, Sauber F1 com Marcus Ericsson, Sauber F1 Team
Marcus Ericsson, Sauber C34
Marcus Ericsson, Sauber F1 Team
Marcus Ericsson, Sauber F1 Team
Felipe Nasr, Sauber F1 Team
Felipe Nasr, Sauber F1 Team
Box de Felipe Nasr

Depois de alguns toques e rusgas dentro e fora da pista na temporada de 2013 da GP2, Felipe Nasr e Marcus Ericsson foram contratados como pilotos da Sauber para a temporada de 2015 da Fórmula 1. A partir deste momento a dupla foi obrigada a esquecer todas as diferenças do passado para trabalhar em conjunto.

O fato é que o time - que vinha de um ano com zerado em 2014 - conseguiu com ambos marcar bons 36 pontos no campeonato deste ano, que os deixa nove na frente da McLaren com duas etapas para o fim.

Falando com exclusividade ao MOTORSPORT.COM, Ericsson confessou que ficou a apreensivo quando Nasr foi contratado pela equipe suíça.

“Quando vi ele assinando com a Sauber, muitas perguntas vieram à minha cabeça”, afirmou.

“Fiquei receoso. Na GP2 tivemos batalhas muito acirradas e não éramos provavelmente os melhores amigos. Já falamos muitas coisas ruins um sobre o outro. Mas acho isso normal, andávamos muito próximos na GP2, às vezes você luta duro e tem diferentes opiniões.”

“Mas aqui na Fórmula 1, quando começamos a ser companheiros de equipe, nós conversamos e colocamos tudo isso para trás e tentamos fazer o melhor."

"Tenho que dizer que estamos tendo uma ótima relação, trabalhamos bem juntos, discutimos o carro e tiramos tudo um do outro. Está tudo indo muito bem e espero que dê tudo certo no próximo ano também". Ambos já foram confirmados oficialmente pela Sauber para 2016.

Nasr também diz que a relação melhorou muito após uma aproximação para o bem comum. "Desde o primeiro momento que entramos na equipe juntos tivemos uma conversa muito aberta e muito tranquila", falou com exclusividade ao MOTORSPORT.COM.

"Temos o mesmo objetivo aqui dentro: o de ajudar a equipe a se desenvolver. Temos um relacionamento muito bom e muito tranquilo."

"É saudável trabalhar com pilotos que estão lutando com você para melhorar a situação."

Próxima Fórmula 1 matéria
Ferrari e Red Bull planejaram volta da Alfa Romeo

Previous article

Ferrari e Red Bull planejaram volta da Alfa Romeo

Next article

Bruno Senna: incrível a idolatria pelo meu tio em Interlagos

Bruno Senna: incrível a idolatria pelo meu tio em Interlagos
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Sub-evento Quinta-feira
Localização Autódromo José Carlos Pace
Pilotos Marcus Ericsson , Felipe Nasr
Equipes Sauber
Autor Gabriel Lima
Tipo de matéria Últimas notícias