"Não estamos satisfeitos com nosso desempenho", reconhece Gutierrez

Mexicano diz que Sauber precisa pensar junto para resolver problemas. Sutil teme o exigente circuito de Sepang

Depois de terminar o primeiro GP da temporada com uma volta de desvantagem em relação aos primeiros colocados, a Sauber confia no fato do traçado da Malásia ser oposto ao de Melbourne para sair com um resultado melhor de Sepang.

“O circuito de Sepang é completamente diferente do de Melbourne. É um pista lisa, menos acidentada e isto pode nos ajudar nas freadas, nosso principal problema em Albert Park. A pista tem várias curvas de alta e por isso poderemos avaliar o quão equilibrado o carro é e o quanto de downforce temos”, analisou Esteban Gutierrez.

“Além disso, lá o acerto é diferente. É fato que não estamos satisfeitos como o nosso desempenho e precisamos pensar juntos, nos unir como equipe e fazer progressos em cada pequeno detalhe. Temos um grande time e estou confiante que podemos melhorar”, concluiu.

Seu companheiro Adrian Sutil concorda com o raciocínio do mexicano sobre o circuito malaio. “A pista de Sepang é composta por curvas rápidas, longas retas e algumas curvas mais fechadas, o que torna bastante interessante. Estou curioso para dirigir o carro nesta pista onde a aerodinâmica desempenha um grande papel . Isso é importante, para sabermos onde estamos. Se um carro é bom em Sepang , então ele será rápido em outras pistas também, pois precisa-se de tudo aqui: boa aerodinâmica, aderência nas curvas e alta velocidade nas retas. A eficiência aerodinâmica do carro é a chave”,  disse o uruguaio.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Pilotos Adrian Sutil , Esteban Gutierrez
Tipo de artigo Últimas notícias