"Não fiquei surpreso com a saída de Vettel", reconhece Ricciardo

Novo líder na Red Bull, australiano acredita que frustração do alemão por não vencer neste ano é normal

A decisão de Sebastian Vettel de deixar a Red Bull pode ter surpreendido muita gente, mas não foi novidade para seu companheiro de equipe, Daniel Ricciardo. O piloto, que estreou na Red Bull nesta temporada e vem superando o alemão, disse que estava pronto para qualquer notícia. Inclusive, a de que lideraria o time a partir da próxima temporada.

[publicidade] “Eu fiquei bem aberto em relação a novidades que receberia – que ele sairia, que ele ficasse. Mas não fiquei chocado quando ele anunciou que estava nos deixando”, reconheceu o australiano à Autosport.

“Da maneira que eu vejo, acho que ele venceu quatro títulos com a Red Bull e obviamente teve uma oportunidade em outro lugar antes que se visse velho demais para o esporte. Ele provavelmente queria outro desafio.”

O alemão vem tendo uma temporada difícil, sendo superado por um companheiro de equipe pela primeira vez na carreira. Mesmo que Vettel insista que esse não foi um fator para acelerar sua saída, Ricciardo vê o tetracampeão frustrado – ainda que considere isso natural.

“Tenho certeza de que ele adoraria vencer, então talvez ele carregue essa frustração, mas não diria que isso apareceu em qualquer reunião. Ele foi justo comigo desde o primeiro dia, e mesmo depois da minha terceira vitória ele continuou muito respeitoso”, observa Ricciardo. “Quando seu companheiro consegue vencer e você não, é natural sentir-se frustrado.”
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias