"Não fomos bons o bastante no desenvolvimento", reconhece Haug

Dirigente da Mercedes explica que a equipe perdeu tempo com a atualização do túnel de vento e com escapamento

O vice-presidente de automobilismo da Mercedes, Norbert Haug, explicou que a grande falha da equipe neste ano foi no desenvolvimento do carro. O alemão lembrou que o W03 começou a temporada bem, mas caiu de rendimento em relação aos rivais.

“Acho que a equipe mostrou na pré-temporada que fizemos um bom carro, mas definitivamente desde a metade da temporada não fomos bons o bastante no desenvolvimento e deveríamos ter começado muito antes com o escapamento Coanda, porque ele lhe dá vantagem se conseguir lidar com isso de maneira adequada”, explicou Haug.

“Talvez também tenhamos sofrido um pouco com a questão do pneu traseiro aquecendo muito e também com o fato de não termos pressão aerodinâmica suficiente. A adição do Coanda provavelmente só acelerou estes problemas. Então não lidamos com isso da melhor maneira possível. Não é uma desculpa, é uma explicação.”

O dirigente ainda salientou a perda de tempo no desenvolvimento devido à troca do túnel de vento da equipe.

“Mudar de 50 para 60% [a escala do modelo de túnel de vento], custa seis a oito semanas em que você não pode trabalhar continuamente. Isso não nos ajudou, mas você tem que fazer isso agora, caso contrário vai sofrer ano que vem.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias