“Não há razão para Bottas deixar a Williams”, diz Toto Wolff

Ligado à carreira do finlandês, chefe da Mercedes acredita que a Williams esteja competitiva o suficiente para que ele mostre seu potencial

Depois de ter investido na carreira Bottas antes do finlandês chegar à F1, o chefe da Mercedes, Toto Wolff, tem grande interesse no desenvolvimento do piloto na categoria. Neste momento, Valtteri é peça central do mercado de pilotos para 2016.

Mas em meio às especulações de uma possível ida de Bottas para Ferrari se a equipe italiana decidir comprar seu contrato com a Williams, Wolff acredita que ficar onde está seja a opção mais lógica para o finlandês.

"Ele é um bom piloto, que pode ser tentador para muitas equipes – mas a Williams é a terceira força no campeonato e tem potencial de estar no pódio em todas as corridas. Por isso, não há razão para sair", disse Wolff à Gazzetta dello Sport.

Extraindo valor investido

Entende-se que a Ferrari tenha sondado a Williams sobre o custo da rescisão do contrato de Bottas. A Williams tem uma opção de ter o finlandês mais um ano, que, se for exercida, obriga o piloto a ficar no time em 2016.

Wolff diz que entende perfeitamente por que a Williams está tentada a vender Bottas – especialmente por seu alto valor de mercado.

"Isso faz sentido para Williams, que investiu nele e assumiu o risco quando ele era jovem. Eles poderão extrair o valor dele o vendendo para outra equipe", disse ele.

No entanto, nenhum negócio por ora foi feito entre Ferrari e Williams. Além disso, a Ferrari ainda não decidiu também se quer manter Kimi Raikkonen para o próximo ano.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Valtteri Bottas
Equipes Williams
Tipo de artigo Últimas notícias