"Não podemos ter outro ano como 2015", alerta Boullier

Se quiser manter Fernando Alonso e Jenson Button comprometidos e motivados, a McLaren não pode se permitir a mais um ano como 2015, afirma Eric Boullier

A temporada 2015 da McLaren foi daquelas para serem esquecidas. Ainda assim, tanto Fernando Alonso como Jenson Button raramente deixaram o desempenho frustrante do carro colocá-los para baixo em termos de comprometimento e entrega na pista. 

Eric Boullier, chefe da equipe, alerta que a pressão para a temporada que se aproxima será grande. O dirigente tem consciência de que, com a evolução que se espera do motor Honda para este ano, a McLaren não pode se dar ao luxo de repetir o fraco desempenho de 2015.

O francês, quando questionado se Alonso e Button seguirão motivados caso o carro não apresente um bom desempenho no primeiro teste, foi direto ao responder.

"Não creio. Não podemos ter outro ano como 2015. Os pilotos estão conosco porque fomos transparentes com eles desde o início. Mas eles não querem outro ano como o anterior, sem dúvida. Eles estão na F1 para vencer - ou, no mínimo, para serem competitivos", disse. 

Pensamento positivo que encoraja

Boullier elogiou a postura de Alonso e Button, que permaneceram acreditando no projeto McLaren-Honda por toda a temporada de 2015, mesmo com o ano sofrível do time de Woking.

"O que é muito importante para mim é que até a última corrida eles ainda viam aspectos positivos. Eles estavam frustrados com a falta de performance, mas permanecer desta forma mesmo após 19 corridas é bom", afirmou.

"Li alguns comentários sobre Fernando ter dito que não se arrepende de ter vindo para a McLaren e que ele acredita no nosso trabalho - o que ele diz de duas em duas semanas e, quando está falando na fábrica, o discurso é o mesmo. Ter essa confiança intacta após o ano que tivemos me deixa bastante tranquilo", completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias