"Não se perde 1s5 de uma corrida para a outra", explica Boullier

Chefe da Lotus acredita que queda no rendimento da Lotus nas últimas duas provas tem a ver com características das pistas

Apesar da Lotus ter marcado apenas três pontos nas últimas duas corridas, todos com Kimi Raikkonen, o chefe da equipe, Eric Boullier, acredita que o time voltará a lutar pelo menos pelo pódio nas próximas etapas.

A queda no rendimento é creditada à especificidade dos circuitos de Mônaco e do Canadá, onde os pilotos não conseguiam fazer com que os pneus atingissem a temperatura ideal.

“É uma pista muito específica, e nosso carro não conseguia fazer os pneus funcionarem. Isso não ajuda quando está frio e chove”, justificou à Autosport. “Nosso ritmo com Romain [Grosjean] não era muito ruim nos treinos, mas na corrida, éramos 1s5 mais lentos que Red Bull e Mercedes. Você não perde 1s5 de uma corrida para a outra. Algo deu errado.”

Além de voltar a circuitos permanentes na próxima etapa, na Grã-Bretanha,  Boullier confia que as novidades que a Lotus planeja levar a Silverstone vão ajudar a recuperar o terreno perdido.

“Temos algumas peças novas chegando para Silverstone, que podem nos ajudar a manter a diferença em relação ao líder. E com pistas normais, devemos conseguir tirar o melhor de nosso carro”, afirmou o dirigente.

“Perdemos posições, então temos de trabalhar duro para manter o ritmo. Mas sabemos que o carro é competitivo e que a equipe é competitiva. Não há razão para que não voltemos a lutar por pódios. Não tivemos cinco pódios seguidos no início da temporada por coincidência. É porque o pacote é competitivo. Mas podemos ter dificuldades em algumas pistas. Sabemos disso e temos de trabalhar para evitar que isso ocorra em outras pistas de baixa energia.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias