“Não sei quem estão pegando para ser comissário”, critica Massa

Confira opiniões divergentes entre os pilotos da Fórmula 1 sobre a batida que marcou a última prova

Quatro dias depois do acidente que o tirou do GP da Alemanha logo na primeira volta, Felipe Massa continua com a mesma opinião do domingo: a responsabilidade de evitar a batida era do dinamarquês Kevin Magnussen.

“Continuo achando que ele foi muito agressivo”, afirmou o brasileiro ao TotalRace. “Havia dois carros na frente dele e ele nem tinha uma trajetória para fazer porque ele estava completamente por dentro. No final do dia, ele também perdeu pontos por causa disso – lógico que não tantos quanto eu. No meu carro era impossível saber que havia um carro lá.”

Perguntado por que ele foi o piloto chamado pelos comissários, e não Magnussen, o brasileiro afirmou que isso “mostra que há muitas coisas para melhorar, inclusive nos comissários. Se eles estão pensando assim [que a culpa é dele], não sei quem eles estão pegando para ser comissário. Em quantas corridas Kevin causou problemas na primeira curva? Agora eu entendo que você tem que pilotar pelos outros, não só por você.”

Mas a opinião de Massa não é unanimidade entre os pilotos. Kamui Kobayashi vê uma grande parcela de responsabilidade do brasileiro no acidente.

“É muito difícil dizer. Para mim, Magnussen pareceu muito difícil de evitar. Ele mantém sua linha e parece que Felipe está muito por dentro na sua linha. Se ele tivesse dado um pouco mais de espaço, acho que o acidente não aconteceria. É difícil explicar o que Felipe faz, é como se ele entrasse na curva de repente. Magnussen poderia ter evitado freando, mas é uma largada e, se ele freasse, perderia muitas posições, então é muito difícil.”

O companheiro de Massa, Valtteri Bottas, e Sergio Perez, que já teve um acidente com o brasileiro no GP do Canadá, ficaram em cima do muro. “Não havia muito espaço para nenhum dos dois, então não sei. É difícil. Acho que dizer que foi um incidente de corrida é uma boa forma de explicar”, afirmou o finlandês.

“Acho que foi muito, muito apertado”, disse o mexicano. “A curva 1 em Hockenheim é... esse tipo de acidente pode acontecer. Kevin fez tudo para evitar Felipe. No fim, eles se tocaram e foi um acidente muito ruim para Felipe. É difícil achar alguém para culpar.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias