Não valorizam o que eu fiz na Ferrari, reclama Alonso

Espanhol se vê mais respeitado do que há cinco anos, quando chegou na Scuderia, mas queria mais

Prestes a encerrar seu ciclo de cinco anos na Ferrari, ainda que sem anúncio oficial, Fernando Alonso refletiu sobre o que leva de um projeto que visava títulos, mas que ficou no quase em três oportunidades.

[publicidade] Para o espanhol, não se valoriza tanto quanto ele gostaria o fato dele ter levado a Ferrari onde levou, justamente pelo título não ter vindo. “O fato é que éramos campeões do mundo durante algumas voltas na última corrida em dois ou três anos e tomara que possam chegar coisas melhores, mas as pessoas não valorizam”, reclamou.

Por outro lado, Alonso se vê muito mais respeitado hoje do que há cinco anos, quando foi anunciado como piloto da Scuderia.

 “Vencer ou não é uma questão de estar no lugar certo e no momento certo. Ganhar o respeito de todos tem mais valor às vezes. Quando eu fui confirmado na Ferrari, em setembro de 2009, eu não tinha o respeito que tenho agora. Não venci nestes cinco anos e isso foi difícil, mas cresci como piloto e como pessoa também”, reconhece.

 “Definitivamente, eu quero ganhar o terceiro título e tenho certeza de que terei a oportunidade nos próximos anos.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias