"Não vou desistir da briga", garante Nico Rosberg

Mesmo com as quatro vitórias seguidas de Hamilton, alemão pode sair dos Estados Unidos na liderança

Nico Rosberg pode ter perdido terreno com as quatro vitórias seguidas de Lewis Hamilton na temporada, mas está longe de jogar a toalha na disputa pelo campeonato. O alemão está a 17 pontos do companheiro de Mercedes.

[publicidade] “Ainda tem muito a acontecer na batalha pelo campeonato de pilotos e não vou desistir da briga até a bandeirada em Abu Dhabi. Tomara que possamos manter o entretenimento até o final para os fãs que estão curtindo a disputa.”

A primeira chance de Rosberg ao menos diminuir a vantagem de Hamilton será no GP dos Estados Unidos, no qual o alemão reconhece que não tem um retrospecto tão bom quanto o companheiro: em duas provas disputadas, foi 13º em 2012 e nono ano passado.

“O primeiro passo será em Austin, uma cidade muito bacana e uma grande pista. Não tive minhas melhores lá até agora, mas estou determinado a mudar isso neste ano.”

Mesmo com as derrotas nas últimas quatro provas, Rosberg ainda tem grandes chances de título, podendo sair de Austin, inclusive, na liderança. Com três provas a serem disputadas e 100 pontos em jogo – 50 na soma de EUA e Brasil e outros 50 na prova final – o alemão precisa manter, pelo menos, uma distância de 49 pontos para Hamilton antes da última etapa para ter chances matemáticas de título. Nos critérios de desempate, o inglês tem mais vitórias.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias