Nasr acha cedo mas não descarta interesse de correr na Williams

Piloto mantém os pés no chão, mas continua de olho no mercado de pilotos para a temporada de 2016

Com a fase difícil de Kimi Raikkonen na Ferrari, muita gente no paddock da Fórmula 1 entende que seu compatriota, o finlandês Valtteri Bottas, possa substituí-lo já a partir da temporada que vem na escuderia de Maranello. A mudança pode abrir boas portas no mercado atual da Fórmula 1, com a principal delas sendo a vaga na Williams do número 77.

Por ter estado no time no ano passado como piloto de testes, Felipe Nasr é um candidato natural para a vaga pelo bom trabalho que vem desenvolvendo na Sauber em 2015. No entanto, o brasileiro mantém os pés no chão.

“Acho muito cedo para falar nisso”, disse ao jornalista Lívio Oricchio do Globo Esporte.

“Eu estou comprometido aqui na Sauber. No lado do relacionamento, tive ótimo ano na Williams, em 2014 como piloto reserva e de testes, as portas estão abertas para mim. Quem sabe no futuro possa surgir uma oportunidade lá.”

O brasileiro tem um contrato de três anos com a equipe Sauber, pela qual faz seu ano de estreia na Fórmula 1.

O brasiliense de 22 anos se decepcionou com o 11º na Áustria e acredita que no GP da Grã-Bretanha tenha a mesma dificuldade.

“Se tem uma pista que será difícil para nós é Silverstone. Lá tem muita curva de alta velocidade e é preciso bastante pressão aerodinâmica, o que não temos. Dá para antecipar que não será fácil para nós, o time já sabe.”

Nasr testa nesta quarta-feira no treino pós-GP em Spielberg.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Nasr
Equipes Sauber
Tipo de artigo Últimas notícias