Nasr avalia a primeira metade da temporada e projeta os próximos meses

compartilhar
comentários
Nasr avalia a primeira metade da temporada e projeta os próximos meses
Erick Gabriel
Por: Erick Gabriel
31 de jul de 2015 11:01

Brasileiro aponta os acertos e erros dele e da equipe e disse o que espera para a segunda metade do seu primeiro campeonato da Fórmula 1

Felipe Nasr, Sauber F1 Team
Felipe Nasr, Sauber F1 Team
Felipe Nasr, Sauber C34
Felipe Nasr, Sauber C34
Felipe Nasr, Sauber F1 Team
Felipe Nasr, Sauber F1 Team

Nada como algumas semanas de folga durante o período mais quente do ano. Já tradicional, as férias de verão da Fórmula 1 traz além da possibilidade de descanso para os pilotos, a oportunidade de avaliar tudo o que foi feito na primeira metade da temporada. O brasileiro Felipe Nasr revisou as primeiras 10 provas do campeonato e apontou os pontos fortes, fracos e o que espera para o segundo semestre.

"Olhando para o início da temporada, conseguimos a maioria dos nossos objetivos que tínhamos. Maximizamos nossas oportunidades, especialmente no início, por isso fomos capazes de marcar pontos importantes."

Surpreendentemente, para Nasr, o ponto alto de seu ano de estreia até agora foi logo na primeira etapa, na Austália, quando terminou em quinto:"Durante a corrida me lembro de ter um bom carro e de conseguir segurar Daniel Ricciardo. Ele colocou muita pressão, mas consegui mantê-lo sob controle."

Mas nem tudo são flores na vida do brasileiro. Uma temporada de estreia não é feita só de bons momentos. "Meu momento mais difícil foi em Montreal, quando enfrentei problemas com os freios durante todo o fim de semana. Além disso, cometi um erro no terceiro treino, abrindo o DRS durante o aquecimento dos pneus acidentalmente."

Ocupando a 12° posição do campeonato, com muitos altos e baixos, como era de se esperar para um novato, Nasr acredita que seu feedback e de Marcus Ericsson podem ajudar a melhorar os resultados nas próximas nove etapas: "Nós damos um retorno valioso sobre as áreas que devem ser melhoradas. Temos que continuar fazendo o melhor que podemos para coletar essas informações corretamente."

Nasr exaltou a chegada de um novo componente para a equipe: "Estou satisfeito que Mark Smith se juntou a nós como Diretor Técnico. Ele tem uma boa visão geral do carro. Acho que estamos indo no caminho certo e estou confiante de que podemos lutar por pontos com mais frequência no próximo ano."

Mas o que esperar para os próximos meses? "Sabemos que nosso carro é limitado em algumas áreas. Para compensar essas limitações tentamos coisas diferentes. Estou sempre aberto a experimentar coisas diferentes, que me ajudam a entender melhor o carro. Isso é algo que estou aprendendo muito."

Assim como a maioria das equipes, a Sauber também conta com atualizações, que podem abrir as portas para um bom 2016, já que os dois pilotos renovaram contrato recentemente:"Temos que garantir que as atualizações que estamos trazendo para as próximas corridas estejam funcionando corretamente. Este será o primeiro passo para nos guiar na direção certa para 2016."

Mas antes, Nasr ainda continuará estreando em circuitos que até hoje ele só conheceu via simulador: "Durante a segunda metade da temporada há algumas pistas em que eu vou correr pela primeira vez num carro de Fórmula 1. Por exemplo, o circuito no Japão é um que eu não dirigi ainda. O GP mexicano também estará no calendário novamente, e que será novo para todos", finalizou.

 

Grande Prêmio da Itália

Seja um tiffosi no tradicional Autodromo Nazionale di Monza. O GP da Itália é imperdível e você pode viver de perto essa emoção com a AMK ViagensClique aqui!

Próxima Fórmula 1 matéria
VÍDEO: Como será o visual dos carros da Fórmula 1 em 2017

Previous article

VÍDEO: Como será o visual dos carros da Fórmula 1 em 2017

Next article

Frustrado? Entediado? O que está acontecendo com Alonso?

Frustrado? Entediado? O que está acontecendo com Alonso?
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Felipe Nasr
Autor Erick Gabriel
Tipo de matéria Entrevista