Nasr critica formação no Brasil e atribui sucesso à 'criação internacional'

compartilhar
comentários
Nasr critica formação no Brasil e atribui sucesso à 'criação internacional'
Por: José Edgar de Matos
6 de nov de 2014 16:42

Novo representante brasileiro na F1 espera servir de exemplo para melhorar a situação do automobilismo no país

Felipe Nasr se coloca como 'exemplo' para o automobilismo nacional
A evolução de Felipe Nasr acabou consagrada na última quarta-feira, data na qual acertou contrato para se tornar titular da Sauber em 2015. O primeiro acordo dentro da categoria máxima do automobilismo presenteou toda a trajetória do brasiliense, vivida a maior parte fora do país.
 
[publicidade]A ‘criação internacional’, para Nasr, foi decisiva para o alcance da Fórmula 1. Em uma das primeiras entrevistas após o anúncio da última quarta, o piloto brasileiro reclama da falta de estrutura encontrada no Brasil para formar um candidato à Fórmula 1. 
 
“Eu saí do Brasil com 16 anos. O automobilismo brasileiro, no sentindo da Fórmula 1, não tem uma formação legal. Optei por outro caminho, infelizmente tive que sair do país, e pude construir minha carreira e seguir o sonho de chegar na F1”, discursou o mais novo representante brasileiro na categoria máxima do automobilismo.
 
A trajetória de Nasr simboliza a necessidade de uma reformulação na formação brasileira. O piloto brasiliense deixou o país ainda adolescente para disputar provas em outros continentes. Atualmente, como o próprio piloto disse, é deficiente a formação para categorias de monolugares.
 
Apesar da dura realidade do país, Nasr espera se tornar um incentivo para o automobilismo nacional se desenvolver e outros jovens, futuramente, alcançarem o sonho de guiar na F1. 
 
“É bom para o Brasil, para o esporte, tudo isso se soma, já que é um momento positivo para nós. Precisamos saber aproveitar. Quero fazer um bom trabalho, com os pés no chão, para continuar por longos anos na F1”, sonha o piloto brasileiro.
 
“Agora que tenho a oportunidade, quero fazer meu trabalho bem. Tenho muita coisa pra aprender na F1. É um desafio, aceitei este desafio, e me sinto preparado para isso. Quero em breve ter bons resultados na minha carreira dentro da F1, ter bons momentos e representar bem o Brasil”, finalizou Nasr, uma das grandes atrações do final de semana em Interlagos.
Próxima Fórmula 1 matéria
Mais maduro, Hamilton quer acabar com seca em Interlagos

Previous article

Mais maduro, Hamilton quer acabar com seca em Interlagos

Next article

Vettel chega ao Brasil para evitar 'seca' inédita na carreira dentro da F1

Vettel chega ao Brasil para evitar 'seca' inédita na carreira dentro da F1
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor José Edgar de Matos
Tipo de matéria Últimas notícias