Nasr espera dificuldades com C35: “não criei expectativa”

Brasileiro diz que não espera grande melhora da Sauber neste início de temporada: “vamos enfrentar algumas dificuldades”

Um quinto lugar na Austrália em 2015 foi o cartão de visitas de Felipe Nasr na Fórmula 1 em 2015. Porém, um ano depois, o brasileiro não pôde fazer mais que um 15º lugar com o novo carro da Sauber.

"Para ser honesto nos falta ritmo no carro e muito desempenho em comparação aos nossos outros concorrentes", disse Nasr sobre o novo C35 à Autosport.

"Não havia maneira alguma de termos terminado a corrida nos pontos. Ficamos longe demais, o que significa que temos muito trabalho a fazer.”

"Espero que possamos trazer atualizações o mais rápido possível. Há muitas áreas que devemos melhorar porque estamos precisando de desempenho puro."

Nasr admite que não tem ilusões e reconhece que é improvável que todos os problemas de seu carro sejam corrigidos rapidamente.

"Indo para a Austrália, não criei nenhuma expectativa", acrescentou.

"Eu fui muito realista. Sabia que teria de enfrentar uma prova de abertura difícil, e acho que vai ser assim durante algumas corridas.”

"Vamos enfrentar algumas dificuldades até que nós possamos atualizar o carro, e me refiro a trazer mais downforce para conseguir um bom ritmo.”

"No teste de Barcelona nós só tínhamos um chassi, que era do Marcus Ericsson. O meu só ficou pronto na quarta-feira antes da Austrália.”

"Nós não tivemos tempo para o shakedown e já fomos para o TL1. Não conseguimos fazê-lo trabalhar em 100%. Ainda há algumas coisas que podemos fazer, e espero que possamos trazer este desempenho para o carro."

"Com certeza os outros times deram um passo muito maior do que pensávamos. Há muito para melhorar, e do lado financeiro ainda estamos tendo dificuldades.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Nasr
Tipo de artigo Últimas notícias