Nasr reitera contratação por 'habilidade': Não me escolheram por dinheiro

Com um patrocínio forte, o brasileiro recebeu o apoio necessário para acertar com a Sauber para o ano que vem

Nasr falou como piloto da Sauber após acabar o compromisso com a Williams
Um dia após encerrar a passagem como piloto de testes da Williams, em testes pós-temporada realizados em Abu Dhabi, Felipe Nasr já discursou exclusivamente como novo titular da Sauber para 2015. O brasiliense respondeu a quem atribui o acordo com a equipe ao lado financeiro e garante: a equipe tem total confiança nas suas habilidades como piloto.
 
[publicidade]Em publicada pelo site ‘GPUpdate’ nesta sexta-feira, o piloto brasileiro ratificou a máxima de que o forte patrocinador não teve um peso decisivo para o acordo com a Sauber.
 
“Não acho que isso faça sentido (questão financeira como decisiva para o acordo). Eles não vendem lugares. A Sauber é uma equipe profissional e procura por bons pilotos”, disse.
 
A conversa com a Sauber, segundo Nasr, começou ainda no mês de junho, quando ainda se preocupava apenas em testar pela Williams e brigar pelo campeonato da GP2, no qual terminou na terceira posição guiando uma Carlin.
 
O brasiliense, inclusive, admitiu que a escuderia de Monisha Kaltenborn não foi a única na qual tentou entrar em acordo para ingressar como titular no Mundial de Fórmula 1.
 
“Não conversamos apenas com a Sauber, mas com outras equipes. O acordo foi fechado pouco antes do GP do Brasil e fizemos tudo junto. Estou muito feliz que isso aconteceu e honrado de ter essa oportunidade”, encerrou o piloto brasiliense, que terá o sueco Marcus Ericsson como companheiro em 2015.
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias