'Nico estava fantasticamente rápido', elogia Lewis Hamilton

Hamilton relatou problemas nos pneus durante o Q3; britânico largará em segundo, logo atrás do companheiro de Mercedes

Hamilton 'perdeu' a primeira batalha no Japão contra Nico Rosberg
A briga interna da Mercedes (e consequentemente do campeonato de pilotos da Fórmula 1) ganhou mais um capítulo neste sábado, dia no qual foi disputado o treino classificatório para o GP do Japão. Em solo oriental, Nico Rosberg levou a melhor sobre o líder do mundial, Lewis Hamilton, e esquentou ainda mais a disputa pela ponta.
 
[publicidade] Depois do treino de qualificação, Lewis Hamilton, que viveu uma guerra com o companheiro de equipe nos últimos meses, tratou de elogiar o desempenho de Rosberg na prática deste sábado; o britânico ficou quase 0s2 atrás do adversário direto na briga pelo título.
 
“Não estava rápido o suficiente hoje (sábado). Nico estava fantasticamente rápido, já eu fiz o melhor que pude. Não me sentia rápido no treino. Eu sei que estava rápido, mas Nico estava ainda mais”, discursou Hamilton, que encontrou uma explicação para a diferença entre os dois.
 
“Talvez o desequilíbrio dos pneus tenha afetado, mas não que isso possa ter influenciado o resultado final”, disse Hamilton, que notificou uma vibração nos pneus durante o Q3.
 
Segundo lugar no grid, Hamilton sofreu neste sábado antes mesmo da classificação. Na parte final do terceiro treino livre, o britânico passou reto na curva 1 e colidiu com o muro. Nada, segundo o próprio, que tenha influenciado no desempenho.
 
“Os caras fizeram um trabalho fantástico ao arrumar o carro para a classificação. Só tenho que agradecer ao time por isso”, finalizou Hamilton, líder da temporada com 241 pontos, três a mais do que Rosberg.
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias