Nico: "Precisa chegar perto do muro para ser rápido em Cingapura"

Hulkenberg destaca dificuldade em acertar uma volta, enquanto Di Resta espera que Force India mostre força em Marina Bay

Com uma prova especial no próximo final de semana, em Cingapura, cheia de adaptações em relação ao horário e com uma pista desafiadora, os pilotos da Force India esperam que o bom desempenho das últimas voltas, em que permaneceram no top 10, continue.

 “Tive uma boa corrida lá ano passado e já vimos que o carro tem sido forte em circuitos de rua neste ano. Então estou esperando ir bem, que possamos otimizar o acerto e conquistar muitos pontos”, destacou Paul Di Resta. “Acho que é uma pista de que todos gostam e será uma corrida interessante pelos horários incomuns. [Quanto a pilotar à noite], as luzes fazem um trabalho tão bom que é até melhor do que pilotar de dia com o céu encoberto.”

Seu companheiro, Nico Hulkenberg, salientou o clima diferente por trabalhar em horários diferentes do normal – os pilotos costumam dormir por volta das 5h da manhã e acordar às 2h da tarde – e a dificuldade de acertar a mão no circuito de Marina Bay.

“Participei da corrida em 2010 e achei a experiência incrível. O clima no paddock e trabalhar à noite é divertido, torna o desafio interessante. Como ficamos no horário europeu, o corpo continua no mesmo ritmo e é estranho ir dormir quando o sol está nascendo. É uma pista longa com ondulações e zebras complicadas, e você precisa chegar perto do muro se quiser ser rápido. Então, fazer uma volta perfeita não é fácil.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pilotos Paul di Resta , Nico Hulkenberg
Tipo de artigo Últimas notícias