Nico Rosberg encontra Mika Häkkinen para uma voltinha em Mônaco

Nomes marcantes para a marca no mundo do automobilismo, os vizinhos Nico e Mika batem um papo nostálgico e histórico

Rosberg e Mika: passeio e muita conversa

Vizinhos que moram no mesmo prédio, o piloto Nico Rosberg e o ex-piloto de Fórmula 1, e bicampeão mundial Mika Häkkinen, se encontram para um passeio de carro e para contar muitas histórias Monte Carlo afora.

Ambos têm estreita relação com a Mercedes. O finlandês Häkkinen foi o primeiro piloto a dar um título para a montadora alemã na era moderna, em 1998, quando pilotava uma McLaren movida com um propulsor germânico. Já o mais novo, Rosberg, quebrou em 2012 um jejum de vitórias dos alemães como donos de equipe que perdurava desde a vitória de Fangio em 1955.

A bordo de um carro de rua da marca que representam, deram algumas voltas pelo principado monegasco, cenário da próxima corrida de Fórmula 1. Papo vai, papo vem, ambos falaram sobre o passado, comentando que Häkkinen tinha estreito relacionamento com Keke Rosberg, finlandês e campeão mundial,  pai de Nico.

"Bem, eu comecei trabalhando com o Keke no fim de 1987", relembra Mika. "Eu acho que a primeira vez que nos encontramos [se referindo a Nico] foi aqui embaixo no começo dos anos 90. Eu estava visitando Keke e você brincava no seu quarto. Acho que fui seu primeiro patrocinador no kart, você lembra?", indagou Häkkinen.

"Sim, claro", sorriu Nico. "Isso foi em 1997, eu tina 11 anos e competia de karts na França. Eu tinha um pôster no meu quarto com todos meus patrocínios e um deles era você", relembrou.

A conversa se estendia bastante, com ambos relembrando fatos históricos. Mika foi quem começou a puxar para o lado atual, parabenizando o filho de seu grande amigo pelo feito semanas atrás, no GP da China.

"Nico fez um fim de semana perfeito na China e merece todos os créditos por aquela vitória”, revela Mika. "Não dependeu das circunstâncias ou da sorte, mas puramente de seu trabalho duro. Como embaixador da Mercedes-Benz, é ótimo não só olhar na história, mas também poder ver a Mercedes-Benz de volta ao lugar mais alto do pódio", completou.

Após muita conversa, ambos saíam para dar uma volta de carro com um modelo conversível da marca: um Mercedes SLS AMG.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Pilotos Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias