No olho do furacão, Alonso acredita que Ferrari pode dar volta por cima

Espanhol se escora na possibilidade maior de evolução que o carro da equipe italiana promove por ser 100% novo

Alonso mira o futuro para manter a calma

A pré-temporada da F-1 indicava que a Ferrari poderia sofrer. Mas nem mesmo o mais pessimista entre os tiffosi poderia esperar um vexame tão grande no treino de classificação do Grande Prêmio da Austrália. Fernando Alonso larga em 12º, após rodar e ficar preso na caixa de brita, e Felipe Massa é o 16º. Para o espanhol, a Ferrari ainda pode reagir.

 

“Estamos a um segundo, com um carro que nos traz muitos problemas. Se conseguirmos solucionar isso e encontrar algo potente para melhorar o rendimento do carro em um curto espaço de tempo, ganharemos corridas. Se não, não ganharemos e não mereceremos ganhar.”

 

“Estamos melhores do que ano passado, entre aspas. Ano passado estávamos a 1s4 e, na nona prova, em Silverstone, ganhamos. Este ano, não podemos esperar pela nona corrida para ganhar um GP, temos de fazer isso muito antes.”

 

Por ter apostado em um carro completamente novo, a Ferrari paga o preço nas primeiras corridas, mas acredita que há um bom caminho para evoluir.

 

“Todas as equipes vão tentar mandar peças novas para mais ou menos todas as corridas e veremos quais funcionam, e quais não. Nós temos mais margem de melhora pois o carro não está bem, então todas as peças que pusermos, em teoria, teriam de melhorá-lo.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias