No "top 10", dupla da Force India esperava ir melhor ainda no grid

Hulkenberg sai em oitavo, duas posições à frente de Di Resta, e ambos confessaram que desempenho podia ser bem acima

Nico Hulkenberg

A Force India não obteve tanto destaque quanto nos treinos livres da sexta-feira em Valência, mas, novamente, voltou a colocar seu carro entre os dez primeiros.

Em entrevista ao TotalRace, Nico Hulkenberg, que partirá do oitavo posto, admitiu que esperava uma posição melhor, mas se diz em boa posição para pontuar, mesmo com as dificuldades de ultrapassagem da pista urbana.
 
“Foi muito positivo ter os dois carros da equipe entre os dez primeiros. Confesso que esperávamos um pouquinho mais, mas os outros carros mostraram uma boa velocidade. Saindo de oitavo, espero um bom resultado na corrida. Mas não será fácil, especialmente com esse calor”, comenta.
 
“Ultrapassar aqui sempre foi difícil no passado. Vamos ver se isso mudou agora. Uma boa largada e uma boa estratégia serão fundamentais para ganhar algumas posições na prova”, complementa Hulk. Já Di Resta, que sai em décimo, também pensou o mesmo que o companheiro.
 
"Foi uma classificação forte, mas dava para ter ido melhor pois não consegui a volta perfeita. Fomos os carros mais rápidos no Q2 e poderia ter repetido no Q3, o que me daria uma posição melhor. Apesar de tudo, acho que temos um bom ritmo para amanhã."
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Europa
Pilotos Paul di Resta , Nico Hulkenberg
Tipo de artigo Últimas notícias