Nono, Pérez diz que poderia ter se classificado em sexto

Sergio Pérez disse depois da classificação que seu Force India se comportou perfeitamente na primeira parte do treino, mas no Q3 perdeu estabilidade na parte traseira

O piloto mexicano da Force India, Sergio Pérez, vai largar em nono no GP de Mônaco, cumprindo a missão estabelecida na quinta-feira de entrar no Q3, no entanto, estará três posições atrás de seu companheiro de equipe, o francês Esteban Ocon.

"Estávamos muito sólidos. A diferença é mínima, uma freada que faça errado e perde meio décimo ", disse Pérez aos microfones da Fox Sports Latinoamérica.

Sergio Pérez destacou que, durante as duas primeiras rodadas de qualificação, seu VJM11 era competitivo, mas na fase dos dez mais rápido não tinha a mesma estabilidade.

"Foi uma qualificação muito intensa em que fomos melhores que o esperado. No Q1 fomos perfeitos, no Q2, na minha primeira volta eu acho que eu fiz a melhor volta de toda classificação, então eu senti que não havia necessidade de usar o segundo jogo e os guardamos para termos dois no Q3, mas no final os desperdiçamos um pouco", disse o piloto da Force India.

O piloto mexicano destacou que na última parte da classificação não encontrou o mesmo comportamento que esperava do carro da Force India.

"No Q3, o carro saía um pouco de traseira, mas, fora isso, estávamos a meio décimo de sermos o sexto. Perdemos esse décimo no Q3, que nos fez falta hoje ", concluiu.

Confira as soluções técnicas mais loucas para o GP de Mônaco

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Mônaco
Sub-evento Sábado - Treino Classificatório
Pista Monte Carlo circuito de rua
Pilotos Sergio Perez
Equipes Force India
Tipo de artigo Reactions