"Nossos rivais demitiram metade de suas empresas", destaca Mercedes

Desenhista chefe acredita que falta de estabilidade de equipes como Red Bull, Ferrari e McLaren pode ajudar alemães

A inquietude dos rivais anima a Mercedes para enfrentar o desafio de manter sua hegemonia na próxima temporada. O desenhista chefe John Owen destacou as tentativas de equipes como Red Bull, Ferrari e McLaren modificarem seu elenco, inclusive com a contratação de novos pilotos, para tentar superar os campeões de construtores e pilotos de 2014.

[publicidade] “Nossos rivais parece que demitiram metade de suas empresas – então acho que eles estão em uma situação um pouco difícil”, disse, ao receber o prêmio da revista britânica Autosport pelo melhor carro do ano.

“Se eles tivessem permanecido estáveis, ao invés de criticar eles mesmos e talvez o esporte, acho que estaríamos mais preocupados do que estamos.”

A expectativa dos campeões é progredir ainda mais na próxima temporada, não apenas em termos de chassi, mas também na unidade de potência, grande destaque da Mercedes neste ano. “Mas as regras são razoavelmente estáveis entre 2014 e 2015, o que tem seu próximo desafio. É mais difícil encontrar melhoras”, reconheceu Geoff Willis, diretor de tecnologia do time e ex-Red Bull.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias