Novo motor Renault pode ajudar Red Bull em decisão para 2016

compartilhar
comentários
Novo motor Renault pode ajudar Red Bull em decisão para 2016
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
12 de nov de 2015 16:59

Daniel Ricciardo crê que utilização de versão atualizada de unidade de força francesa pode ajudar time austríaco a tomar uma decisão sobre propulsores para próxima temporada

Renault logo no motor da Red Bull Racing RB10
Renault logo no caminhão
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB11
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB11
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB11
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB11
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing on the drivers parade.
Daniil Kvyat, Red Bull Racing RB11
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB11
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB11

Daniel Ricciardo será o responsável por testar a versão atualizada do motor Renault nos treinos livres para o GP do Brasil, na próxima sexta-feira. Dependendo do desempenho apresentado, Daniil Kvyat também optará pela nova unidade de força a partir da manhã de sábado.

Apesar da troca implicar na perda de dez posições no grid de largada para Ricciardo, o piloto da Red Bull acredita que ele e a equipe só tem a ganhar com a mudança - especialmente se indicar claramente o potencial do motor francês para 2016.

“Como equipe, queremos saber (se há vantagem no uso do motor atualizado). Ainda não decidimos o que vamos fazer em relação a isso para o próximo ano. Se encontrarmos algo positivo neste final de semana e que possamos levar para 2016, pode ser uma de nossas opções ou algo que nos dê um caminho a seguir", disse.

“No meu caso, com duas corridas pela frente, não tenho muito pelo que lutar. Não é uma pista na qual esperamos chegar ao pódio, então não temos nada a perder tentando", afirmou.

Pequeno ganho de performance; aposta na dirigibilidade

O australiano acredita que o ganho de performance será pequeno. No entanto, Ricciardo espera que o avanço em termos de dirigibilidade seja significativo.

“Estou curioso, sem dúvida. mas não alimento muitas esperanças. A Renault disse que não terei muita melhora nos tempos de volta - ficará entre um e dois décimos. Se eles disseram isso, então provavelmente é mais do que um décimo

"Mas o que me deixou mais curioso foi a questão da dirigibilidade, ver se há algo que me permita acelerar de forma 'limpa' e ajudar no controle do desgaste dos pneus. Isso é algo que me interessa bastante"

Planos para Abu Dhabi 

Ricciardo, por fim, falou que 'gastar' a penalização em Interlagos neste final de semana pode colocá-lo em uma boa situação para lugar por boas posições no GP de Abu Dhabi, que encerra a temporada - já que ele poderá se beneficiar do motor novo sem perder posições no grid em Yas Marina.

“Sempre quisemos testar o motor atualizado, e fazê-lo aqui é algo que faz mais sentido do que esperar por Abu Dhabi. Creio que aprenderemos algo aqui e, espero, estaremos em boa forma em Abu Dhabi, disse.

“Estivemos muito bem lá no último ano. Largamos dos boxes e terminamos em quarto. Talvez Ferrari e Williams estejam melhores neste ano, mas estaremos por perto. Há longas retas lá, mas todas as curvas são boas para nosso carro. Isso deve nos dar boas chances", completou.

Próxima Fórmula 1 matéria
Hamilton bate carro de R$ 8 milhões às 3h da manhã em Mônaco

Previous article

Hamilton bate carro de R$ 8 milhões às 3h da manhã em Mônaco

Next article

Massa alfineta “críticos” Zé Manés: dou risada deles

Massa alfineta “críticos” Zé Manés: dou risada deles
Load comments