"Nunca dei bola para o que as pessoas dizem", fala Raikkonen

Finlandês esteve na fábrica da Lotus Renault para fazer molde de banco e afirma que cockpit é um pouco pequeno

Raikkonen faz molde de banco

A quinta-feira foi um dia importante na fábrica da equipe Lotus Renault: marcou a primeira vez que Kimi Raikkonen trabalhou junto de seu novo time.

O finlandês esteve na sede da escuderia em Enstone fazendo o molde de seu banco, algo que julga essencial. "É um dos trabalhos mais importantes. Você passa tanto tempo dentro do carro que a posição é crucial e precisa estar 100% correta."
 
"Amo esta época do ano na fábrica, pois existe toda uma expectativa em cima do carro, cada departamento está trabalhando direto para ter tudo em ordem no tempo certo. Você pode sentir a dedicação das pessoas e é legal fazer parte disso."
 
Curiosamente, o campeão de 2007 sentiu uma sensação estranha quando pulou no cockpit do carro: "Pareceu estranho na primeira vez, pois o cockpit parece um pouco pequeno, mas isso é normal."
 
"É como no passado, quando fazia moldes de banco: parece estranho quando se entra no carro pela primeira vez, mas você se adapta rapidamente. Será ótimo voltar para as corridas."
 
Falando mais que o normal, Kimi deu sua opinião sobre o alvoroço provocado por seu retorno, dizendo não se importar com o que dizem: "Teve um pouco de barulho na imprensa e existem muitos rumores. Para mim, voltar à Fórmula 1 é uma coisa boa e espero que seja para as equipes e fãs, também."
 
"Isso não tem efeito em mim, às vezes você ouve algo sem sentido e às vezes ouve coisas boas. O importante é que queria voltar e tenho uma boa oportunidade, então estou feliz. Nunca dei bola para o que as pessoas dizem ou acham. Faço o que quero enquanto sou feliz com isso", completa.
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias