Ocon não espera receber nova asa dianteira da Force India

Time trouxe apenas um modelo para o GP do Bahrein e Sergio Pérez deve ser contemplado

A Force India tentou trazer uma atualização significativa para o GP da Austrália, mas sua nova asa dianteira não era esperada até a segunda corrida.

A equipe trouxe apenas uma asa atualizada para Sakhir e Esteban Ocon disse nesta quinta-feira (05) que Sergio Pérez, à frente no campeonato em virtude de sua melhor posição final em Melbourne, será o piloto a usá-la.

"Nós só temos um, vamos testá-lo e a política é que o piloto mais à frente no campeonato use", disse Ocon.

"Mesmo que não tenhamos pontos, deve ser o Sergio."

Ocon disse que ainda estava otimista para a corrida do Bahrein, porque a equipe tinha um plano detalhado na sexta-feira para descobrir o que deu errado na Austrália.

"Está claro onde estamos e onde queremos estar exatamente", disse Ocon. "Estamos no fundo do pelotão do meio para sermos honestos, mas isso não é importante.”

"Este será um final de semana muito importante para entender muitas coisas, para entender porque não pudemos melhorar muito, desde os testes até a corrida.”

"Teremos muitas coisas para testar, incluindo uma nova asa dianteira, então isso é ótimo.”

"No ano passado tivemos um momento difícil no início da temporada, mas melhoramos ao longo do ano e é isso que queremos alcançar novamente."

Pérez concordou que os treinos do Bahrein seriam particularmente importantes porque o pacote de atualizações da equipe "não estava fazendo o que pensávamos que deveria fazer".

"Temos que entender um pouco melhor", acrescentou. "Não tivemos tempo de usá-lo corretamente na Austrália, [o TL3 foi prejudicado por fortes chuvas] nos atrapalhou um pouco.

"Há potencial no carro e se pudermos descobrir um pouco disso, nos aproximará muito da competição."

Depois de duas temporadas consecutivas em quarto lugar no campeonato de construtores, os dois pilotos classificaram a Force India na parte inferior da batalha do meio do grid no início desta temporada, atrás da Haas, Renault e McLaren.

"As coisas mudam rapidamente na Fórmula 1", disse Ocon. "No ano passado, não começamos muito rápidos e acabamos nos classificando em quinto e sexto em condições normais.”

"É por isso que acho que no ano você pode conseguir um carro muito mais rápido e tudo é possível".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pista Bahrain International Circuit
Pilotos Esteban Ocon
Equipes Force India
Tipo de artigo Últimas notícias