Ocon sobre briga com Verstappen: Não é comportamento de homens

compartilhar
comentários
Ocon sobre briga com Verstappen: Não é comportamento de homens
11 de nov de 2018 19:27

Francês explica manobra que tirou Max Verstappen da liderança do GP do Brasil e dos empurrões do holandês após a corrida

Esteban Ocon acabou tirando Max Verstappen da liderança do GP do Brasil de F1, dando a vitória a Lewis Hamilton de bandeja, após toque no S do Senna, quando o francês tomava uma volta.

Na pesagem dos pilotos, Verstappen não escondeu sua insatisfação com o piloto da Force India chegando a até dar alguns empurrões.

Depois que o piloto da Red Bull foi levado à coletiva de imprensa, Ocon explicou o que houve.

“A luta tem que ser na pista, não fora dela”, disse. “As emoções são assim, especialmente depois da corrida. Eu posso entender as emoções dele, você pode vir e falar, mas não devemos começar com violência com as mãos. Não é um comportamento de homens.”

“O incidente está bem claro. Eu saí dos boxes, na primeira volta eu fui mais rápido que Max. Na segunda volta, o time me disse que poderia tirar a volta atrás se quisesse e foi o que eu fiz.”

“Vim por fora como muitos piloto fizeram. Deu certo com os outros, mas com Max... eu não posso desaparecer quando estamos lado a lado. Tivemos contato e foi isso.”

Quando foi perguntado se ficou surpreso por Verstappen não ter aliviado, ele respondeu: “Definitivamente sim, foi isso que aconteceu.”

Leia também:

Next article
Hamilton “não ficou surpreso” com toque de Ocon e Verstappen

Previous article

Hamilton “não ficou surpreso” com toque de Ocon e Verstappen

Next article

Horner: Ocon teve sorte ao levar só empurrões de Verstappen

Horner: Ocon teve sorte ao levar só empurrões de Verstappen
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1