Organizadores do GP da Austrália aceitariam mudança de data

Responsáveis por prova em Melbourne se dizem dispostos a realizar corrida, que abre campeonato de 2016, mais cedo do que inicialmente programado, desde que não seja no final de semana da Páscoa

O chefão da F1, Bernie Ecclestone, está repensando o calendário da temporada 2016 da F1, especificamente sobre a prova que abre o campeonato, o GP da Austrália. Pelo calendário divulgado, a corrida em Melbourne está agendada para o dia 3 de abril, mas Ecclestone considera antecipar esta data.

Inicialmente, o dirigente queria colocar a prova no dia 27 de março, mas os organizadores da corrida descartaram a possibilidade, alegando que no final de semana da Páscoa muitos moradores locais deixam a cidade. 

A data mais provável para a realização da prova  é 20 de março, embora 13 de março não esteja totalmente descartada. Quanto à mudança de data, o CEO do GP da Austrália, Andrew Westacott, mostrou-se tranquilo e disse em entrevista ao grupo Fairfax que não haveria problema, exceto pelo final de semana do dia 27 de março.

"Não é um problema (a mudança de data). Faremos a corrida na data que mais convier à F1, exceto na Páscoa. Fora isso, estamos totalmente abertos às sugestões da categoria. Não posso confirmar nada neste momento, mas colocar o GP da Austrália no final de semana da Páscoa não é algo aceitável", disse.

O calendário oficial da F1 em 2016, que inclui ainda uma mudança no GP da Malásia, deve ser confirmado na reunião do Conselho Mundial da FIA, na próxima quarta-feira. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pista Albert Park Circuit
Tipo de artigo Últimas notícias