"Os testes de Silverstone não ajudaram muito", diz Grosjean

Francês afirma que a Lotus só saberá se vai se adaptar bem aos novos pneus depois dos primeiros treinos livres

Um dos pilotos que ainda não andou com os pneus que estreiam no GP da Hungria, Romain Grosjean prefere esperar os treinos desta sexta-feira para opinar sobre a mudança. A novidade foi testada em Silverstone na semana passada, mas a Lotus foi uma das equipes que optaram por não andar com seus pilotos titulares.

“Primeiramente, vamos andar com os novos pneus, ver como eles funcionam, e depois fazer nosso trabalho”, afirmou o piloto, ouvido pelo TotalRace em Budapeste. “Assim como na última corrida, deve fazer sol, o que torna a vida de todos mais fácil para trabalhar no carro. É difícil dizer se será bom ou ruim para nós, pois os testes de Silverstone não indicaram muita coisa.”

Terceiro colocado na prova do ano passado, o francês diz se sentir em casa na pista de Hungaroring.

“Gosto muito da pista e da cidade. Por ser a última prova antes da pausa de verão, o clima é geralmente muito bom. É um lugar para o qual gosto de vir e tomara que tenha mais bons resultados.  O traçado é do estilo antigo, bem apertado e com muitas curvas. Acho que combina com meu estilo.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Pilotos Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias