Otimista, Pérez seleciona time de 2014: "Carro precisa estar adiantado"

Mexicano deixou o tom pessimista para trás e já analisa as melhores vagas disponíveis para o ano que vem

Dispensado pela McLaren, mas agora demonstrando otimismo em relação a estar no grid da F1 em 2014, o mexicano Sergio Pérez já seleciona o tipo de equipe que ele gostaria de defender. Para Pérez, o motor a ser utilizado no ano que vem não é o fundamental nessa escolha, mas sim como anda o desenvolvimento do carro de 2014.

“O motor é importante na hora de decidir sobre 2014, mas a situação do time é mais importante ainda”, comentou o mexicano. “Saber como o time está financeiramente, o quanto já adiantou o carro do ano que vem... E tem outros aspectos: às vezes o time não está bem este ano, mas pode fazer um bom trabalho no ano que vem. Tudo deve ser levado em consideração antes de tomar uma decisão”, argumentou.

Em relação à sua despedida da McLaren, Pérez garante que está motivado o suficiente para conseguir um bom resultado. “Sou um piloto profissional e sempre estou preparado e motivado para conseguir o melhor resultado. Além disso, quero deixar a McLaren da melhor maneira possível”. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Pilotos Sergio Perez
Tipo de artigo Últimas notícias