Palmer estava "um cara diferente" em Spa, diz Renault

Diretor de operações da equipe acredita que piloto britânico mostrou sua melhor forma na Bélgica

O piloto da Renault, Jolyon Palmer, estava "um cara diferente" durante o fim de semana do GP da Bélgica, conta o diretor de operações da equipe, Alan Permane.

Palmer mostrou sua forma mais forte de uma temporada difícil até o momento em Spa, superando seu companheiro de equipe Nico Hulkenberg nos treinos livres e classificatório, antes de sofrer uma perda suspeita de pressão do óleo da caixa de câmbio depois do Q3.

Isso provocou uma troca de caixa de câmbio e uma penalidade que colocou Palmer em 14º do grid, e ele só conseguiu terminar a corrida em 13º - tendo que começar com pneus ultramacios usados e sofrendo um choque com Fernando Alonso que ele comparou com a briga de seu colega de equipe com Kevin Magnussen na Hungria.

Permane disse à Motorsport.com: "Ele estava um cara diferente neste fim de semana.”

"Eu espero que a corrida não o tenha abatido e nós possamos ir para Monza e ele possa começar de onde parou, porque ele estava adorando guiar o carro. Ele realmente não fez nenhuma mudança, estava feliz com isso durante todo o fim de semana.”

"Foi muito bom. Foi sem dúvida o seu melhor fim de semana do ano.

"Ele passou de cinco ou seis décimos atrás de Nico para três ou quatro décimos na frente dele neste fim de semana, até a corrida, onde Nico estava de volta às coisas".

Embora Permane tenha admitido que Palmer estivesse confuso "parecia ir para trás na corrida", a equipe não havia completado um esclarecimento significativo naquela hora.

Palmer, que ainda está procurando por seus primeiros pontos da temporada, descreveu como um “voltar ao normal como eu esperava começar a temporada.”

"Eu senti confiança no carro que eu não senti durante toda a temporada. Eu poderia atacar, eu poderia empurrar sem pensar que iriam me colocar na parede em nenhum momento. Foi uma boa mudança em comparação com a maior parte da temporada".

O britânico sofreu intensa pressão este ano, e sua falha em Q3 significa que ele ainda não conseguiu superar seu colega de equipe nas 12 primeiras corridas da temporada.

Os rumores do potencial retorno de Robert Kubica à F1, que incluiu um dia de teste com o Renault RS17 na Hungria, também aumentaram a especulação sobre o futuro de Palmer.

"Eu tive essa pressão por um ano e meio e é sempre assim. Eu não estou incomodado.”

"Vou fazer o mesmo para Monza - tentar obter um ótimo resultado e nem se concentrar em Cingapura, no futuro, no passado ou em qualquer coisa".

Lawrence Barretto/Ben Anderson/Aaron Rook

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pista Spa-Francorchamps
Pilotos Jolyon Palmer
Equipes Renault F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias