Papa Francisco rezará por Schumacher, diz amigo Todt

Presidente da FIA faz visita ao potífice e pede oração para a recuperação do amigo

Ex-chefe da Ferrari e atual presidente da FIA, Jean Todt fez uma visita ao Papa Francisco nesta semana e pediu orações para Michael Schumacher, heptacampeão da Fórmula que se recupera há mais de dois anos de um acidente de esqui.

O encontro teve como principal assunto a campanha liderada por Todt para maior segurança rodoviária. Mas, em entrevista à Rádio Vaticano, o presidente da FIA contou que a "atmosfera positiva da conversa" permitiu que ele fizesse o pedido.

"Michael está perto de meu coração, e como todos sabem ele é parte da minha família. Eu perguntei a ele (Francisco) se ele poderia orar por ele (Schumacher), e ele aceitou de bom grado. Francisco sabe de Schumacher e também tinha ouvido falar de seu incidente", contou à Rádio Vaticano.

Após a reunião, Todt telefonou para a esposa de Schumacher, Corinna, e contou sobre o pedido de oração. O heptacampeão se encontra em recuperação domiciliar desde que saiu do coma, na metade de 2014, e a família evita divulgar detalhes de seu estado de saúde.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias