Para Alan Jones, Mark Webber tinha que se mudar para a Ferrari

Campeão de 1980, contudo, prevê vida dura para quem dividir a equipe com Alonso, que tem contrato com a Scuderia até 2016

Alonso e Webber

Primeiro campeão mundial da equipe Williams na Fórmula 1, em 1980, o australiano Alan Jones aconselhou o compatriora Mark Webber a considerar uma mudança para a Ferrari. O ex-piloto disse ao tabloide local ‘Herald Sun’ que qualquer um gostaria de pilotar pela Scuderia del Cavallino Rampante. Mas quem entrar na Ferrari agora terá que se acomodar como segundo piloto - ou se impor de tal maneira que ofusque Alonso de seu “cargo”.

"Todo mundo gostaria de pilotar pela Ferrari em algum momento de sua carreira", disse Jones. "Mark está em uma grande equipe, mas estou certo de que poderia ter a tentação de sair se tivesse uma oferta e lhe derem um carro que possa disputar o campeonato", completou.

Jones afirmou que Fernando Alonso segue sendo a peça central da Ferrari e que Webber, por exemplo, não deveria esperar que ocupasse logo o cargo de piloto número 1. O espanhol tem contrato até o final da temporada 2016.

"Não há nenhuma maneira de entrar na Ferrari e ser o piloto numero um. Alonso é sempre o homem. Firmou um acordo de vários anos e é o garoto de olhos azuis dali. Mark teria que chegar e afirmar sua superioridade sobre Alonso, o que não seria uma tarefa fácil", finalizou o campeão de 1980.

Ao final desta temporada, os contratos de Felipe Massa na Ferrari e Mark Webber na Red Bull se expiram.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias