Para Andretti, Haas fará popularidade da F1 crescer nos EUA

Campeão em 1978, Mario Andretti espera que time norte-americano escolha Jean-Éric Vergne como um de seus pilotos

A entrada da equipe Haas na Fórmula 1 no ano que vem anima o ex-campeão mundial Mario Andretti. Para ele, a nova escuderia fará com que os fãs norte-americanos se interessem mais pela categoria.

"É emocionante ver alguma atividade deste lado", disse Andretti ao site GPUpdate.net.

"Eles sabem que têm uma curva de aprendizado bastante íngreme, e que vão depender de quem serão seus contratados, engenheiros e pilotos – que são quem fará a diferença.”

"Mas é muito bom ver um investimento dos EUA, porque isso simplesmente não vinha acontecendo."

"Especialmente agora, temos uma base sólida com o GP em Austin, por isso seria bom sermos representados deste lado. Não apenas como uma equipe, mas também com um piloto."

"Eu acho que vai atrair muita atenção. Interesse dos fãs, audiência da TV e assim por diante."

Andretti também apoiou a ideia de que o ex-piloto da Toro Rosso e atual piloto desenvolvimento Ferrari, Jean-Éric Vergne, seja o escolhido para uma das duas vagas do time no ano que vem.

"Jean-Éric é definitivamente um grande talento, que foi esquecido pela Red Bull", acrescentou.

"Ele tem experiência na Fórmula 1, e ele certamente teve momentos de brilho na Toro Rosso. Para mim ele seria uma escolha lógica.”

"Neste momento, com os pilotos disponíveis, não acho que ninguém seja melhor do que Jean-Éric."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Mario Andretti
Equipes Haas F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias