Para Brawn, Hamilton ainda não mostrou tudo o que sabe em 2013

Chefe da Mercedes destaca que mesmo os grandes pilotos precisam de tempo para se adaptar a um novo time

Ele pode estar vivendo uma sequência única na carreira, com quatro pole positions seguidas, e ter vencido sua primeira prova pela Mercedes, mas Lewis Hamilton ainda está longe de mostrar todo seu potencial pelo time alemão. Pelo menos é o que pensa seu chefe, Ross Brawn.

“Quando um piloto do calibre de Lewis chega a uma equipe, há uma grande expectativa, mas todos demoram um pouco para se acostumar, para entender as nuances”, explica o britânico. “Demorou um pouco, mas vejo grandes sinais, particularmente nas últimas provas.”

Mas Brawn não arrisca apostar onde essa evolução constante de Hamilton vai levá-lo. O inglês é atualmente quarto colocado no mundial a 48 pontos do líder Sebastian Vettel.

“Honestamente, não sabemos qual o limite, porque estamos em uma jornada com Lewis e não sabemos quais os limites.”

Sobre outra evolução, a da equipe, que ocupa a segunda colocação no mundial de construtores, Brawn reconhece que é preciso continuar com o mesmo ritmo de desenvolvimento que vem permitindo melhorar o grande problema do carro: o alto consumo de pneus.

“Nosso grande desafio é manter a boa fase. Nosso ritmo de desenvolvimento tem sido bom neste ano – o que levamos à pista geralmente funcionou e temos coisas para as próximas provas que poderão nos dar o ímpeto para seguir bem no restante do ano.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias